Anualmente o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, promove a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que este ano começou no dia 23 de abril e vai até 1 de junho. A campanha visa imunizar parte da população contra o vírus Influenza. Pessoas mais frágeis ou aquelas que, devido à sua rotina, estão mais expostas à doença, devem se dirigir ao posto de saúde mais próximo para se vacinar. Vale ressaltar que, a princípio, quase toda a população do País pode ser vacinada, mas, devido a pouca quantidade da vacina, o governo define os públicos mais vulneráveis para integrar a campanha.


Quem pode se vacinar gratuitamente nos postos de saúde

• Crianças de 6 meses a 5 anos de idade.
• Gestantes.
• Mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias.
• Pessoas acima de 60 anos de idade.
• Profissionais da saúde.
• Professores da rede pública e particular.
• População indígena.
• Portadores de doenças crônicas, como diabetes, asma e artrite reumatoide
• Indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia.
• Portadores de trissomias, como as síndromes de Down e de Klinefelter.
• Pessoas privadas de liberdade.
• Adolescentes internados em instituições socioeducativas, como a Fundação Casa.
Quem não faz parte do público-alvo descrito acima e deseja se proteger contra o vírus da gripe pode obter a vacina em clínicas particulares especializadas em imunização. A Sociedade Brasileira de Imunizações esclarece que toda pessoa a partir de seis meses de idade e que não apresente nenhuma contraindicação médica pode se vacinar.


Quem não pode ser vacinado

Não há muitas contraindicações em tomar a vacina da gripe, porque suas reações são brandas. Após a aplicação, podem ocorrer – embora raramente – dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. Esses efeitos costumam passar em cerca de 48 horas. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Lembre-se: vale sempre conversar com seu médico a respeito do assunto.


Como se proteger do contato com o vírus

• Lave as mãos com frequência, principalmente, antes de ingerir qualquer alimento.
• Utilize lenço descartável para limpar o nariz.
• Cubra nariz e boca quando espirrar ou tossir.
• Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca.
• Limpe as mãos após tossir ou espirrar (pode ser com álcool gel).
• Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos e garrafas.
• Mantenha os ambientes bem ventilados.
• Evite muita proximidade com pessoas que apresentem algum sintoma de gripe.
• Evite aglomerações e ambientes fechados.
• Adote hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.
• Se estiver gripado, afaste-se do convívio com outras pessoas (trabalho, escola etc.) por até 24 horas após cessar a febre.


Cuide bem da sua saúde!

 

Fonte: http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/43046-comeca-campanha-de-vacinacao-contra-a-gripe