O verão é a estação do sol. Para grande parte da população, verão é sinônimo de férias, muita praia e pele bronzeada. Mas é bom ficar atento a alguns cuidados especiais para evitar o câncer de pele, o mais comum entre todos os tipos de câncer.

A exposição ao sol é responsável por cerca de 90% dos casos da doença, que chega a representar 32% dos casos de câncer em todo o Brasil. Por isso, os cuidados precisam ser redobrados durante a estação mais quente do ano, quando os raios solares têm maior incidência e se tornam mais nocivos.

Fatores de risco

  • Exposição solar
  • Idade (o câncer de pele incide preferencialmente na idade adulta)
  • Características da pele (pessoas com a pele, cabelos e olhos claros têm mais chances de desenvolver a doença, assim como aquelas que têm albinismo ou sardas pelo corpo).
  • Histórico familiar
  • Imunidade enfraquecida
  • Múltiplas pintas pelo corpo

Fique atento aos sinais

É importante procurar um médico sempre que notar alguma lesão na pele, ou quando uma lesão antiga apresentar algum tipo de modificação. Existe uma regra didática para os pacientes, chamada ABCD, cujo objetivo é reconhecer um câncer de pele em seu estágio inicial:

  • Assimetria: imagine uma divisão no meio de uma pinta (ou um sinal) e verifique se os dois lados são iguais. Se apresentarem diferenças, a pinta deve ser investigada.
  • Bordas irregulares: verifique se a borda está irregular, meio serrilhada, não uniforme.
  • Cor: verificar se há várias cores misturadas em uma mesma pinta ou mancha.
  • Diâmetro: veja se a pinta ou mancha está crescendo progressivamente.

Todos os casos de câncer de pele devem ser diagnosticados e tratados precocemente, inclusive os de baixa letalidade. A maior parte dos casos pode ser tratada com procedimentos simples, e quando tratados no estágio inicial a chance de cura é de 100%.

Proteja-se da doença

  • Evite o excesso de sol, principalmente entre 10 e 16 horas.
  • Evite câmaras de bronzeamento artificial.
  • Aplique o protetor solar cerca de 30 minutos antes de se expor ao sol.
  • Reaplique-o a cada 2-3 horas.
  • Use também boné, chapéu, e óculos escuros.
  • Sempre que possível, proteja-se à sombra.
  • Quem trabalha ao sol, deve usar roupas compridas, que protejam a pele.